1.8.13

Gravidez SA - Primeiro Trimestre

Oi meu nome é Isabela, sou esposa do Julio Mariano e estamos grávidos do nosso primeiro filho!
Fizemos esse projeto para compartilhar com vocês esse novo processo em nossas vidas e também para mostrar como será minha rotina de treino durante a gravidez.

Desde 2008 eu praticava o treinamento funcional, porém não tinha uma regularidade muito boa, começava a treinar durante 1 mês certinho e depois me desanimava e parava durante umas 2 semanas ou mais.
Foi só em 2011 que decidi entrar numa rotina de treino mais regular, praticava 1h em média e 3 vezes na semana e finalmente tomei gosto pelo treinamento físico.

No início deste ano comecei a treinar CrossFit e simplesmente me apaixonei pelo sistema de treinamento, são todos movimentos livres, ginásticos, cíclicos, de powerlifting e weightlifting... Você se sente um atleta treinando rss! Passei a treinar 6 vezes na semana com uma intensidade bem alta e muito dedicada nos movimentos e técnicas e foi então que melhorei muito meu condicionamento, força, resistência e definição muscular.

Nesse processo descobri, no início de Junho, que estava grávida e claro mudei a forma com que vinha treinando.
Toda aula de CrossFit é dada em grupo, então passei a treinar sozinha, pois a intensidade da aula é realmente muito alta, de duas uma, ou eu iria extrapolar meus limites (nada indicado à uma gestante) ou iria atrapalhar meus amigos de treino rsss.

O batimento cardíaco da grávida é mais alto do que de uma pessoa comum, isso pq você tem dois corações rss e também pq o batimento do feto normalmente já é mais alto que o nosso batimento.
Comecei a treinar sempre usando um polar para controlar os batimentos. Durante o treino deixo chegar no máximo a 140bpm, e assim que ele sobe faço pausas durante os exercícios e deixo baixar o batimento para assim começar novamente as repetições.

Basicamente o que você tem que tomar cuidado (entre outros detalhes de adaptação) é com o batimento cardíaco e com as cargas dos exercícios, foi me aconselhado a treinar com uma carga que eu já estava acostumada antes de engravidar, o número do peso é relativo, pois pode ser que para mim 30kg seja leve, mas para você seja pesado, ou vice versa. Uma dica boa para você saber se esta num ritmo saudável durante o treino é conseguir conversar normalmente, se você consegue conversar sem estar ofegante é que está tudo ok!

Comparando com o que eu treinava antes de engravidar, eu diminui em torno de 80% da intensidade, 60% das cargas e 50% dos movimentos (adaptações).
Por isso digo que se você quer treinar durante a gestação é melhor começar a treinar e levar um estilo de vida saudável bem antes de engravidar, pois as mulheres sedentárias ou que treinam esporadicamente não são indicadas a começar a treinar na gravidez, pois qualquer exercício seria em si um esforço.

Estudos mostram que treinar na gravidez melhora a saúde do feto e propicia um parto mais seguro e confortável, além da grávida se sentir melhor, mais disposta e feliz com seu corpo, isso pq a grávida passou por todos os meses de gestação com uma vida ativa e saudável.

Sempre é importante treinar com acompanhamento médico e de um profissional qualificado de educação física, pois cada caso é um caso e cada gravidez é de um jeito. Muitos fatores como, idade da mulher, sua saúde anterior e atual e seu condicionamento físico, além de outros, são levados em conta na decisão de um repouso ou não! Portanto consulte seu médico!

Minha intenção é mostrar à vocês que é possível treinar durante a gravidez e que não precisamos nos sentir com medo e inseguras, principalmente nos 3 primeiros meses de gestação. Além do mais nosso corpo é uma máquina forte e super inteligente e podemos sim praticar nossas atividades normalmente.... basta adaptá-las à nova condição de grávida rsss

Beijos e até o próximo trimestre!

Me acompanhe diariamente pelo instagram @gravidezsa

Assista em HD
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...